Edição 318

Cadastre-se e receba nossas edições gratuitamente

Um novo olhar sobre a escravidão

No livro Manual Jurídico da Escravidão, o Procurador da Fazenda Nacional, professor de direito tributário da Faculdade São Luís e membro do Conselho Superior da Advocacia-Geral da União (AGU), entre muitas outras atribuições, mostra uma maneira diferente de estudar e abordar a escravidão negra no Brasil durante o século 19. Fato: a escravidão não era apenas uma relação de força de um indivíduo (ou grupo social) sobre o outro, mas um fenômeno social legitimado, pois se amparava no ordenamento jurídico brasileiro em vigor durante o século 19. Segundo André Barreto Campello, a escravidão representava à época “o verdadeiro alicerce jurídico da sociedade brasileira”, visto que todas as relações sociais estavam contaminadas pela sua nódoa...

Acampamento “Nutella”

Quem gosta de acampar, mas não abre mão do conforto, agora tem a opção do “glamping”, que leva o glamour para dentro da barraca.

VEM AÍ MAIS UM PERÍODO de férias escolares; há quem já adquiriu o pacote para a próxima viagem, há quem ainda não decidiu e também há aqueles que deixam tudo para a última hora. De uma forma ou de outra, sempre é conveniente ter uma carta debaixo da manga, conforme diziam antigamente. A moda agora é o “glamping”, termo criado a partir das palavras glamour e camping, ou seja, o velho e nostálgico acampamento rodeado de um certo luxo. Com o “glamping”, é possível usufruir de conforto e, ao mesmo tempo, conhecer lugares, muitas vezes, de difícil acesso com atrativos naturais. Um bom exemplo da modalidade é o Parador Casa da Montanha, em Cambará do Sul (RS), que opera desde 2002.

Pelos caminhos da seleção

Nesta edição, mostramos as cidades que receberão a seleção brasileira na Rússia, isto é, se o time passar por todas as fases.

DE UM LADO, O MAR NEGRO, DO OUTRO, os picos nevados do Cáucaso, no meio, a linda cidade de Sochi, província de Krasnodar, no sudoeste da Rússia. Se os brasileiros só descobriram o local, provavelmente, a partir dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, agora, com a Copa do Mundo, vão ouvir falar de Sochi, a “cidaderesort” dos russos, todo dia, toda hora. Isso porque a cidade foi escolhida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para abrigar a delegação do Brasil durante o evento. A seleção não jogará no estádio local, mas ficará alojada no Swissôtel Resort Sochi Kamelia, de frente para o Mar Negro.

Mães e “pães”

Se antes era fácil definir com exatidão um modelo de família, hoje é quase impossível. Há mães que são pais, pais que são mães, e por aí vai.

MAMÃE, PAPAI E FILHINHOS: durante séculos esse foi o modelo de família que habitou – e ainda habita – o imaginário de muitas pessoas. No antigo Código Civil Brasileiro, de 1916, a família legítima era aquela constituída pelo casamento formal. Já de acordo com o novo Código, que entrou em vigor em 2003, o conceito abrange as unidades familiares formadas por casamento, união estável ou comunidade de qualquer genitor e descendente.

Como se fosse ficção

O futuro é hoje. Muitas invenções de tirar o fôlego nos filmes já são uma realidade e estão à disposição de qualquer mortal. É pagar pra viver.

FILMES DE AÇÃO E FICÇÃO CIENTÍFICA mostram máquinas, situações e invenções tão sensacionais que despertam em seu público um misto de assombro, fascínio e aquela sensação de “bem que poderia ser real”. Androides cheios de personalidade, inteligência artifi cial, controle de objetos através da mente, robôs capazes de realizar diversas tarefas humanas e tecnologias que fazem as pessoas imaginarem se um dia serão reais. Pois saiba que algumas já são. Pegue suas roupas especiais (ou seriam espaciais?), entre em suas naves e descubra o que você poderá fazer muito em breve.

Petróleo de risco

Campanha do Greenpeace alerta para a conservação dos Corais da Amazônia, ameaçados pela exploração de petróleo na região.

TODO DIA OUVIMOS NO RÁDIO o comercial do Greenpeace, a nos alertar sobre a exploração de petróleo, em uma região onde estão os famosos Corais da Amazônia. É fato. A descoberta dos corais foi feita por pesquisadores brasileiros, a bordo do navio Esperanza, cedido pelo Greenpeace. Eles navegavam pelo Atlântico, na costa norte do Brasil, próximo ao Amapá, zona ainda de influência das águas que o Rio Amazonas despeja no mar.

O fruto liberado

Nada de proibido, o fruto da macieira tem mil e uma utilidades, não só em receitas, como também nos drinques e prevenção de doenças.

TRATA-SE, SEM DÚVIDA, DO FRUTO mais antigo cultivado pelo homem. Presente em quase todas as mitologias e religiões, teria sido um elemento importante no Jardim do Éden, a fruta que Eva ofereceu a Adão, por ocasião do “pecado original”, embora haja muitas controvérsias. De qualquer forma, a maçã, pseudofruto pomáceo da macieira (Malus domestica), originária da Ásia Central (leste da Turquia), é cultivada atualmente em quase todas as regiões do planeta. É consumida in natura, na cozinha (em pratos doces e salgados), em sucos e chás, e tem presença até na área de cosméticos e medicamentos.

Que povo é este?

Está na hora de virarmos o disco e, em vez de questionarmos o país onde vivemos, indagarmos que tipo de gente é esta que mora aqui.

A REPISADA FRASE “QUE PAÍS É ESTE”, dita em 1976 pelo presidente da Arena, Francelino Pereira, em pleno regime militar, e que mais tarde virou refrão de uma espécie de hino dos anos 1980, por obra e graça do compositor Renato Russo, continua a ecoar em nossos ouvidos, sem prazo de validade. Hoje em dia, diante de tanta desfaçatez e pouca vergonha de alguns de nossos políticos, ainda há gente capaz de se indignar, de questionar, de repetir o velho jargão. Até quando? Decorridos mais de 40 anos, será que já não passou da hora de tomarmos tento e perguntar, afinal, “Que povo é este?”. Temos até um certo apreço por nosso país, mas nenhum orgulho de nossos representantes no Congresso Nacional, conforme as recentes manifestações. Não podemos nos esquecer, porém, de que fomos nós que os colocamos lá. Somos um povo ímpar no mundo, desses que realmente gostam de levar vantagem em tudo, como dizia o ex-jogador Gerson Nunes, no velho comercial também da época do regime militar...

Cadastre-se e receba nossas edições gratuitamente

Voltar para Página Principal