Edição 323

Rádio - Um companheiro sempre à mão

Pode vir televisão, Internet ou qualquer outra mídia, nada derruba o rádio, onipotente e onipresente em todos os lares brasileiros

ERA 7 DE SETEMBRO DE 1922, quando o então presidente da República, Epitácio Pessoa, fez um pronunciamento veiculado por 80 alto-falantes, no que seria a primeira transmissão radiofônica nacional. Isso é fato. O que não se sabe exatamente até hoje é quem realmente inventou o rádio e nem a data em que se comemora o Dia do Radialista no Brasil. A exemplo do avião, em que existe uma disputa entre brasileiros e norte-americanos, no caso do rádio, o padre Roberto Landell de Moura concorre com o italiano Guglielmo Marconi...

Leia mais matérias desta edição

Cadastre-se e receba nossas edições gratuitamente